Quarto DA VALENTINA

ARTE E CORES

Foram as obras do artista plástico Toz que nortearam a escolha das cores e o visual do novo quarto da Valentina.

Como os quadros trazem tons fortes, o papel de parede foi escolhido em tons de cinza, muito charmoso, da linha Vitória Frate, estampa Montes. O azul e um pouco de rosa tingem alguns pontos do quarto, como o revisteiro-cabeceira atrás da cama, as almofadas e os nichos nas prateleiras.

— Os pais queriam dar essa repaginada aproveitando peças do quarto antigo da Valentina. Os galhos que formavam a estante Árvore, por exemplo, a gente rearrumou aqui na parede, ao lado da janela — conta a arquiteta Cynthia Bento, que assina junto com Leila Bittencourt e Miguel Capanema.

Valentinha queria muito uma cabaninha e os arquitetos tiveram a ideia de explorar o vão deixado pelo antigo armário. Forraram ali com um mapa, esticaram um futon, revisteiro na parede e surgiu o simpático cantinho de leitura, com o clima cabana. O armário foi feito em outra parede, com um espelhão em uma das portas de correr.

Outra sacada bacana no ambiente foi botar a mesa (longa, tampo transparente e cheio de divisórias para ajudar na organização) quase no meio do quarto, aproveitando os dois lados.

— O quarto tem uma boa circulação, é grande, e a mesa sobre cavalete nessa posição deixa a decoração mais despojada, dá para sentar com as amigas dos dois lados — explica Leila.

Texto adaptado de matéria do site NaToca. Fotos de Leonardo Costa. Reproduzido com autorização.

Compartilhar
Updating…
  • Nenhum produto no carrinho.